A Reforma da Previdência de Bolsonaro é cruel

A Reforma da Previdência de Bolsonaro é cruel

mar 19, 2019

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) enviada ao Congresso por Jair Bolsonaro (PSL) prevê o aumento do tempo de contribuição para a aposentadoria. Para receber o valor integral, trabalhadoras e trabalhadores terão que contribuir por 40 anos. Atualmente apenas 3% dos homens e menos de 1% das mulheres conseguem completar quatro décadas de contribuição.

Bolsonaro quer ampliar o tempo mínimo de contribuição, de 15 para 20 anos. Essa medida cruel vai afetar principalmente as mulheres, pois metade delas (47%) se aposentam com menos de 20 anos de contribuição. Elas receberão apenas 60% do valor da aposentadoria integral.

A situação será pior para os mais pobres que se aposentam por idade. Pelas novas regras, essas pessoas receberão apenas o Benefício de Prestação Continuada (BPC): míseros R$ 400,00 pela proposta atual para quem chegar a 60 anos de idade; e um salário mínimo para quem completar 70 anos.

Vereador Marcelo Sgarbossa
Líder da Bancada do
PT Porto Alegre

#NenhumDireitoAmenos

show
 
close