Queremos faixas exclusivas para transporte coletivo na avenida Ipiranga

Queremos faixas exclusivas para transporte coletivo na avenida Ipiranga

jun 15, 2016

Para incentivar o uso do transporte público, o vereador Marcelo Sgarbossa (PT) e o Coletivo Cidade mais Humana estão sugerindo ao Executivo a implantação de faixas exclusivas para o transporte coletivo (ônibus e lotações) na Avenida Ipiranga, desde a Borges de Medeiros até a Antônio de Carvalho, em ambos os sentidos (Leste-Oeste/Oeste-Leste). A proposta de Indicação foi REJEITADA em votação na Câmara Municipal de Porto Alegre, nesta segunda-feira (20/6). Foram apenas cinco votos a favor, mas 12 parlamentares votaram contra (veja a lista de votação).

Em entrevista à Rádio CâmaraMarcelo falou sobre a proposta de Indicação. O vereador ressalta que o objetivo é priorizar o transporte coletivo e garantir maior fluidez a ônibus e lotações. “A Avenida Ipiranga é uma das vias de maior circulação de veículos na Capital. Nela, estão localizados grandes centros comerciais e instituições universitárias, como a Ufrgs e a Pucrs”, justifica o parlamentar.

Faixas exclusivas já vem sendo implantadas na Capital (divulgação/EPTC)

Capital já tem algumas faixas exclusivas (divulgação/EPTC)

Sgarbossa destaca, ainda, que as faixas exclusivas para ônibus e lotações permitem maior fluidez na circulação viária do transporte coletivo, além de serem de fácil implantação. “Isso vai garantir uma maior regularidade no cumprimento dos horários, com a diminuição do tempo de duração das viagens e de espera para os passageiros que aguardam nas paradas. Desta forma, mais pessoas serão incentivadas a utilizar o transporte público, o que poderá também reduzir o número de veículos particulares trafegando pela via”, salienta.

O vereador lembra, ainda, que a própria Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) reconheceu os bons resultados da implantação da faixa exclusiva na Zona Sul, onde as viagens das 45 linhas que circulam no local, nos horários de pico, tiveram uma redução média no tempo das viagens de 27%. “Convém mencionar que iniciativas semelhantes já estão em andamento na cidade de São Paulo, que implantou as faixas exclusivas com sucesso, aumentando a velocidade média do transporte coletivo em 68%.”

* Foto destaque: Joel Vargas/PMPA

show
 
close