Gabinete quer criar Semana Municipal do Enxadrismo

Gabinete quer criar Semana Municipal do Enxadrismo

nov 19, 2014

Para estimular a prática do xadrez, o Coletivo Cidade mais Humana apresentou projeto de Lei que inclui a Semana Municipal do Enxadrismo no Calendário de Datas Comemorativas e de Conscientização do Município de Porto Alegre. O vereador Marcelo Sgarbossa (PT) ressalta que o objetivo é divulgar e fortalecer iniciativas relacionadas ao jogo de xadrez. “É um esporte que desenvolve o cérebro”, salienta.

Como lembra a psicopedagoga Kátia Kühn Chedid (da USP da PUC de São Paulo), o xadrez “estimula a capacidade de antecipação, o raciocínio lógico e abstrato, ajudando o cérebro a ‘aprender a pensar’ por meio de uma atividade prazerosa”. O vereador Sgarbossa destaca, ainda, o crescimento de diversos grupos, clubes, escolas e pessoas que participam e realizam atividades, encontros e eventos relacionados ao xadrez. “Anualmente, tem acontecido o Torneio Internacional de Xadrez Cidade de Porto Alegre. Em 2014, foi XIII edição.”

Se a proposta for aprovada na Câmara, o evento será realizado – todos os anos – na semana que incluir o dia 19 de novembro, quando comemora-se o Dia Mundial do Enxadrismo. Afinal, foi em 19 de novembro que nasceu um dos maiores enxadristas de todos os tempos, o cubano José Raúl Capablanca y Graupera (1888-1942), único latino-americano a receber o título de Campeão Mundial de Xadrez (de 1921 a 1927). Historiadores do xadrez o qualificam como “o Mozart do Xadrez”, uma vez que a genialidade e o brilhantismo dele tornaram-se evidentes desde muito cedo, quando aprendeu a jogar aos quatro anos de idade.

Capablanca tem números impressionantes: conquistou o primeiro ou o segundo lugar em 30 dos 35 torneios dos quais participou. Perdeu apenas 35 partidas, de um total de 567. Manteve, inclusive, um período de oito anos (1916-1924) sem uma única derrota.

 

Cubano Capablanca é o único latino-americano campeão mundial de Xadrez

 

show
 
close