Chuva de Ideias: primeira reunião

Chuva de Ideias: primeira reunião

dez 18, 2012

A tarde do sábado, 27 de outubro, nos oportunizou uma enriquecedora chuva de ideias, que começou a irrigar e germinar as primeiras propostas, discussões e ações do nosso mandato na Câmara de Vereadores, por uma Porto Alegre Mais Humana.

Diante dos novos rumos, novos desafios postos com nossa vitória nas eleições, e da convicção de que a participação cidadã vai além do voto, propomos um espaço político de construção coletiva permanente do nosso mandato. E, para tanto, decidimos iniciar ouvindo e compartilhando uma chuva de ideias das demandas sociais de nossa cidade, que focadas e entrelaçadas entre si, perpassassem por temas como direitos humanos, espaços públicos, meio ambiente, desenvolvimento urbano, mobilidade urbana, cultura, proteção dos animais, cicloativismo.

O lugar que nos acolheu, para realizamos esse nosso propósito, foi a sede do Sindicato dos Técnicos do Tesouro do RS – AFOCEFE. Lá cada uma das pessoas, que atenderam nosso convite, engajou-se para compor e dar força política a um coletivo intensamente critico, politizado, participativo, propositivo.

Depois das nossas saudações iniciais e da discussão e aprovação da dinâmica dos trabalhos, os/as presentes puseram-se em pequenas rodas de conversa para apontar suas ideias/demandas, as quais, logo após, foram apresentadas numa plenária final. Ao final, acordamos que, de mão dessas primeiras ideias/demandas, devemos sistematizá-las virtualmente, para em seguida debatermos e planejarmos a nossa ação parlamentar. E, para continuarmos nessa construção coletiva, agendamos o nosso próximo encontro para o dia 24 de novembro, no mesmo horário e local.

Agora, reafirmamos que o desafio não é apenas produzir um simples planejamento, mas também definir/organizar sistematicamente nossas ações, tendo em vista sempre: em que consiste cada ação, porque é necessária, onde será executada, para que público está dirigida, quem participará na organização e execução, como será executada e em quanto tempo será realizada. Afinal, essa deve ser a práxis que inspira e guia o exercício ativo e permanente de nossa cidadania, com a qual já estamos a construir, na Câmara de Vereadores, um Mandato que de fato é de todos e todas!

Agradecemos a cada um e cada uma pelo engajamento e protagonismo, que consolidam a força do nosso coletivo!

Até o nosso próximo encontro no sábado do dia 24 de novembro.