Prefeitura retira professores de espaços de esporte e lazer na Capital

Prefeitura retira professores de espaços de esporte e lazer na Capital

fev 8, 2019

Acompanhada pelo vereador Marcelo Sgarbossa (PT), uma comissão de usuários dos espaços de esporte e lazer de Porto Alegre se reuniu, nesta quinta-feira (7/2), com a secretária municipal de Desenvolvimento Social e Esporte, Nádia Gerhard, para protestar contra a retirada de professores das praças, parques e centros esportivos, acentuada em fevereiro.

No encontro, o grupo registrou a gravidade do desmonte das políticas públicas de esporte e lazer que atendia a milhares de pessoas em todo o município, e solicitaram a atuação da Prefeitura para minimizar a situação, que deixou o Ginásio Tesourinha sem atividades a partir dessa semana, por falta de professores.

O vereador Sgarbossa preside a Frente Parlamentar em Defesa do Direito Social ao Esporte, Lazer e Recreação, criada em março de 2017 para assegurar políticas públicas, programas e ações, após a extinção da Secretaria Municipal de Esporte (SME), que oferecia aulas para 30 práticas esportivas em dezenas de espaços públicos de Porto Alegre.

“O prefeito está chamando de volta, para a Secretaria de Educação, os professores de Educação Física que estão dando aulas para crianças, jovens e idosos e não estão em desvio de função, mexendo onde não precisa. Prejudica milhares de pessoas que encontraram locais para socializar, fazer atividades e vencer a depressão e a desocupação a partir do direito ao esporte”, enfatizou o líder da Bancada do PT na Câmara de Vereadores.

Em setembro do ano passado, 14 professores foram retirados das atividades de recreação, e nesta semana mais um, descumprindo um ato oficial do secretário de Educação assegurando a permanência nos postos até 31 de dezembro de 2019. A professora Heloisa Regina da Silveira foi uma das requisitadas em setembro, após 33 anos trabalhando na recreação pública e como coordenadora do Ginásio Tesourinha. Após a mudança, ela se exonerou em novembro por não querer trabalhar em desvio de função em escola. “Este governo além de roubar o teu sonho, a tua paz, rouba também o teu dinheiro”, registra, relatando que ainda não recebeu os vencimentos a que tem direito.

Como resultado do encontro, ficou encaminhada uma nova reunião para tratar da permanência das atividades em 2019 nos parques, praças e ginásios. “Esperamos providências, e que o prefeito pare de desmontar os serviços públicos que funcionavam bem”, afirmou Sgarbossa.

Grupo participou de reunião na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte

Texto e foto: Stela Pastore  / Foto destaque: Ivo Gonçalves/PMPA

show
 
close