Veja alguns projetos para uma cidade mais sustentável

Veja alguns projetos para uma cidade mais sustentável

jun 4, 2018

O vereador Marcelo Sgarbossa (PT) tem um mandato dedicado a propor e fortalecer iniciativas para transformar Porto Alegre em uma Cidade mais Humana e sustentável. Veja abaixo algumas propostas e projetos apresentados. Pratique a mudança no seu dia-a-dia!

Energia solar: Projeto de Lei obriga a utilização de energia solar fotovoltaica em edificações de propriedade do Município. A fonte alternativa deve atender a, no mínimo, 50% da demanda de energia elétrica do imóvel.

Energia Solar Fotovoltáica incluída no Programa de Incentivos: A proposta foi aprovada e inclui o sistema de energia solar fotovoltaica no Programa de Incentivos ao Uso de Energia Solar nas Edificações de Porto Alegre.

Telhados verdes: Projeto de Lei obriga os projetos de construção e de reforma de edificações públicas municipais de Porto Alegre a prever a instalação de telhado verde, ou ecotelhado. A proposta segue uma tendência mundial para garantir a sustentabilidade nos prédios públicos, reduzindo o consumo de bens naturais e servindo de exemplo para a comunidade.

Código de edificação permite telhados verdes: Lei proposta por Sgarbossa alterou o código municipal permitindo o uso de telhados verdes sobre lajes e demais coberturas do último pavimento de edificações.

Zonas verdes e parklets: Projeto institui o Programa de Zonas Verdes. O objetivo da proposta é autorizar a extensão temporária do passeio público para a instalação de parklets, a fim de viabilizar a criação de miniparques urbanos em espaços pequenos, tais como o de uma vaga de estacionamento de automóveis na rua ou o final de um beco sem saída.

Adote uma caneca: Projeto de Lei institui o Programa Adote uma Caneca e busca incentivar a redução do uso de copos plásticos para garantir um futuro mais sustentável.

Papel reciclado: Projeto de Lei obriga a utilização de papel reciclado em órgãos municipais de Porto Alegre.

Uma nova árvore a cada carro vendido: Projeto de Lei obriga as concessionárias de veículos automotores de Porto Alegre a compensar a emissão de dióxido de carbono (CO²) por meio do plantio de árvores nativas. A proposta determina que a cada automóvel novo vendido a empresa terá que plantar um muda.

Proibição de incineração de resíduos: A proposta aprovada proíbe o uso de tecnologias de incineração no processo de tratamento e destinação final do lixo proveniente da coleta convencional.

Árvores no lugar de postes (fiação subterrânea): Por um Porto Alegre mais arborizada, o objetivo da proposta é determinar o plantio de árvores nos locais dos postes que forem removidos das atuais redes de fiação aérea, que deverão ser substituídas por fiação subterrânea, como manda a Lei 10.337, de 28 de dezembro de 2007.

Água não se nega: Projeto de Lei obriga bares e restaurantes a oferecer água potável para consumo gratuito de clientes na Capital.

Indicação para uso racional da água: Busca assegurar os benefícios para a implementação da Lei Municipal 10.506, de 5 de agosto de 2008, que institui o Programa de Conservação, Uso Racional e Reaproveitamento das Águas, regulamentado pelo Decreto 16.305, de 26 de maio de 2009.

Moção de apoio à PEC da água: A moção aprovada dispõe sobre a água como um serviço público essencial à vida, como bem natural e direito de todos.

show
 
close