Programa Adote uma Caneca quer reduzir uso de copos plásticos

Programa Adote uma Caneca quer reduzir uso de copos plásticos

set 15, 2017

Pensando nos benefícios à saúde e ao meio ambiente, o vereador Marcelo Sgarbossa (PT) e o Coletivo Cidade mais Humana apresentaram um projeto de Lei que institui o Programa Adote uma Caneca. A proposta, que tramita na Câmara Municipal de Porto Alegre, busca incentivar a redução do uso de copos plásticos e garantir um desenvolvimento mais sustentável.

A medida determina que os poderes Legislativo e Executivo da Capital deverão substituir os copos descartáveis por recipientes de maior durabilidade, como canecas ou copos de vidro, de alumínio, plástico rígido ou papel de fibras virgens (ecocopo). A substituição será gradativa: 20% no primeiro semestre, 40% no segundo, até atingir 100% no quinto semestre após a lei entrar em vigor.

 

Proposta busca reduzir o consumo de copos plásticos em Porto Alegre

 

O vereador Sgarbossa ressalta que o uso de copos descartáveis é considerado ambientalmente incorreto, trazendo uma série de prejuízos socioambientais. “Na fabricação de copos plásticos, para suprir a necessidade diária de dois litros de água, há o consumo de cem litros de água, além da emissão de 4,6 quilos de CO² e outros gases responsáveis pelo aquecimento global”, explica.

Além disso, as embalagens e os recipientes de poliestireno destinados ao acondicionamento de alimentos e bebidas são prejudiciais à saúde. Marcelo lembra, ainda, que iniciativas semelhantes vêm sendo adotadas em outros países. “Para reduzir impacto ambiental, a França se tornou o primeiro país a proibir a venda de copos, taças, pratos, talheres e outros utensílios descartáveis de plástico. A lei foi aprovada em julho de 2016, garantindo um prazo de adequação aos fabricantes até 2020”, destaca.

show
 
close